São Gonçalo, cidade da Região Metropolitana do estado, completa 120 anos de emancipação nesta quarta-feira. O povo gonçalense, que festejou a data nesta manhã com um desfile cívico, também comemora avanços na saúde, educação e ensino profissionalizante. A gestão Sérgio Cabral investiu no município e na melhora da qualidade de vida da população. O governador fez uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) e vai inaugurar a segunda UPA da cidade até o fim do ano. O Hospital Estadual Alberto Torres, o Hospital Geral de São Gonçalo, hoje tem o maior Centro de Terapia Intensiva (CTI) da rede estadual e recebe pacientes de várias regiões fluminenses. Os moradores de São Gonçalo reconhecem os avanços da cidade e pedem mais.

Antônio, com a filha Bruna, acompanhou o desfile. Para ele, UPA é bem-vinda. Foto: Luciola Villela

- A UPA é uma boa para todos nós e para quem necessita de cuidados.  O governador está construindo outra e eu espero que ele faça muitas mais aqui e no estado todo – diz o laboratorista fotográfico Antônio Raymundo de Jesus Santos, de 62 anos, que levou a filha Bruna, de 10 anos, para assistir ao desfile cívico.

A solicitação de Antônio também foi uma preocupação da gestão Sérgio Cabral. No início do ano, o governo devolveu ao município o Ciep Palhaço Carequinha, em Maria Paula, que estava abandonado havia mais de 15 anos e chegou a ser invadido e depredado. Hoje, a escola é modelo de educação para todo o estado com salas de aula equipadas com computador, laboratórios de informática e ciências e estrutura adaptada para deficientes físicos.

Ensino profissionalizante

Para os jovens que buscam uma profissão, Cabral fez o Núcleo Avançado de Educação em Tecnologia de Alimentos e Gestão de Cooperativismo (Nata). A escola de ensino médio integrado forma profissionais técnicos em laticínios e panificação, duas áreas em crescimento no estado principalmente por causa do Programa Rio Leite e da expansão da rede hoteleira em virtude da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

São Gonçalo ainda contou com a ajuda do governo depois das enchentes que castigaram diversas partes do estado, em abril deste ano. A gestão Sérgio Cabral se comprometeu com o aluguel social dos desabrigados e a inscrição das famílias no Programa Minha Casa Minha Vida. A ajuda fez diferença na vida da babá Ângela Maria Ramos, de 40 anos, moradora de Boa Vista.

- Fui vítima da enchente e estou recebendo aluguel social, que é uma ajuda muito grande para mim e meus três filhos. Agora, estou esperando a casa pelo programa Minha Casa Minha Vida – conta Ângela.

Ângela beneficiou-se do aluguel social após as enchentes de abril deste ano. Foto: Luciola Villela

Projetos

E o progresso em São Gonçalo não vai parar. O próprio governador Sérgio Cabral já prevê uma série de melhorias para São Gonçalo caso seja reeleito. Na área da saúde, por exemplo, o município ganhará o Centro Regional de Politraumatizados, que será construído até o fim do ano no Hospital Alberto Torres. Um Hospital da Mulher e outro da Mãe também estão no planejamento para os próximos anos. Na área de segurança, assim como existe a Divisão de Homicídios da Capital, São Gonçalo ganhará sua unidade especial para elucidar crimes.

O abastecimento de água, que já foi ampliado nos últimos quatro anos, vai beneficiar ainda mais bairros. Uma das prioridades do governador para o segundo mandato é aumentar o abastecimento e o saneamento básico do município. As obras de novas estações de tratamento já começaram e beneficiarão mais de um milhão de habitantes. A previsão é chegar a mais de 50% de esgoto tratado até 2014.

Para facilitar a vida de quem vive na região, São Gonçalo ganhará até o fim do ano uma agência do Rio Poupa Tempo, programa que reúne centenas de serviços para os cidadãos em um mesmo local. O local escolhido foi o Shopping São Gonçalo, na BR-101. Perto dali, um grande porto será construído para receber os equipamentos do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que ajudará também na dragagem da área. Em parceria com a Petrobras, o Governo do Estado ampliará a estrutura do novo porto para atender a população da região após a conclusão das obras do complexo. O porto será utilizado para embarcação de passageiros e outras atividades portuárias.

No setor de transportes, São Gonçalo também vai ganhar. O governo vai começar a construção da Linha 3 do metrô, que ligará Niterói a Itaboraí, saindo da Estação das Barcas até o Comperj. Além disso, o Governo do Estado pretende ampliar a o corredor viário da Alameda São Boaventura, em Niterói, até São Gonçalo. Em uma parceria com o Governo Federal, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) também estará presente no município no segundo mandato de Sérgio Cabral. Por fim, o governador pretende implantar um projeto de recuperação ambiental e controle de inundações nas baixadas de São Gonçalo.